Meus vídeo-poemas

Loading...

domingo, abril 28, 1991

Por você

Por tudo que passamos
Por tudo que sentimos
Por tudo que aprendemos
Venho aqui te falar:
Todos os momentos de frieza
Todas as lágrimas de saudade
Todas as palavras proferidas por nossas bocas
Todos os gestos que, de repente,
Surgia de ti...
Foram momentos de conquista.
Todos os telefonemas,
Todas as poesias,
Todas as cartas,
Todos os olhares.
Liberei-me de mim mesma
Para dar-te todo sentimento
De bondade que uma pessoa
Poderia ter.
Quis ser para ti a amizade,
A segurança
A proteção
A mãe,
A irmã,
A própria natureza.
Quis ser o tudo
Quis dar-te o tudo
Com toda essa ânsia de proteção
Acabei por fazer coisas
Comigo e contigo
Que eu própria
Não sabia porque.
Só tinha a intenção de
Fazer-te bem.
Na verdade
Não eras tu quem dependia de mim
Eu dependia de ti,
De tua presença em minha vida.
Queria-te participar a minha vida.
Queria-te sempre perto de mim
Ao teu lado, sentia-me mais firme
Mais segura, mais plena.
Sentia-me importante,
Sentia-me responsável por ti.
Quantas vezes lastimei
Ao ver-te infeliz, triste, inquieta.
Achei que não era eu
Quem te fazia bem.
Tu me fazias bem.
Senti-me um peso na sua vida.
Senti-me egoísta,
Enfraquecida
Senti que não estava fazendo-te feliz.
Quis afastar-me.
Quando te via sorrindo,
Ficava feliz por ti.
Quando te via triste, deprimida
Sentia-me culpada por teu sofrimento
Por tua decepção para comigo.
Já não me sentia a mesma
Estava fraca, vazia, sem você.
Tua presença me faria bem.
O tempo foi passando e,
Muitas vezes, sem saber,
Eras tu quem me davas a mãe
Para eu me levantar.
Quis dar-te até mesmo o impossível
A lua, o sol, o mar
Quis dar-te o melhor de mim
Sei que não sou perfeita
Mas quis sê-la para fazer-te feliz.
A vida me ensinou a te amar
Aceitando-te e aceitando-me
Com nossos defeitos pessoais.
De tudo, só nos resta o amor
Sempre o amor, amiga!

Nenhum comentário: