Meus vídeo-poemas

Loading...

quinta-feira, abril 11, 1991

Sem razões

Amei teus olhos
Os meus
Os nossos momentos
Amei-te por todas as razões
Centralizei o meu amor
Busquei algo a me apegar
Fui menestrel das tuas – das minhas dores
Feudalizei o meu amor.
Achei que tudo ocorreria bem – era comigo
Mas quem sou eu diante de ti?
Perambulei pela noite com amor e tudo
Tinha tanto amor e não sabia pra que.
Ninguém queria amor.
Apenas horas de prazer e paixão
O prazer sem sentimento
Amei o nada que foi tudo
De repente esses momentos
Foram deslizando das minhas mãos...

Nenhum comentário: