Meus vídeo-poemas

Loading...

sábado, abril 27, 1991

Solidão

De repente me deu uma louca vontade
De me jogar no prazer inacessível
De minha imaginação...
Ouvir uma música suave
Por um perfume delicado
Usar um tecido de cor relaxante
Estou me sentindo um pouco vazia.
Um amor, talvez, preenchesse a minha vida.
Um amor que estivesse ao meu alcance.
Que eu pudesse tocar, falar
Dormir, sonhar
Sem preconceitos, sem cobranças
Sem mentiras.
Queria me libertar d mim e
Voar na infinidade do meu ser mais profundo.
Preencher minha vida de forma
Que não haja lugares ocos, vazios
Nem obrigados a sentir rancores
Ou a não sentir nada.
Queria um carinho jeitoso
Uma esperança de outro dia bom
Sem saudades
Sem decepções
Sonhava em poder viajar pelos caminhos do meu corpo
Pelo cheiro que é só meu
Um pronome possessivo ou indefinido.
Queria estar com alguém
Aqui e agora
Abraçada
Protegida
Tranqüila.
Será que sonhei?

Nenhum comentário: