Meus vídeo-poemas

Loading...

quarta-feira, janeiro 01, 1992

Monstro desejo

Mãos mecânicas – gestos violentos
Corpo forçado – homem sem sentimento
Sentir prazer com a destruição.
Sentir nojo com tal demonstração.
Pessoas que se mostram agradavelmente.
Noutro dia – monstruosamente.
Frieza – violência – injustiça.
Quanta maldade desse mundo, meu Deus!
Quantas pessoas sem coração!
Sentir-se impura, suja de horrores.
Líquido pecaminoso.
Mãos sedentas –
Voz altamente psicótica.
Deus me livre!

Nenhum comentário: