Meus vídeo-poemas

Loading...

terça-feira, janeiro 24, 2006

Lembra-te

Lembra-te de mim
quando for possível
ou quando fores capaz
Lembra-te de mim
como uma estrela cadente
repleta, faceira, fulgaz
que passou por tua vida
como algo que o vento traz.
Lembra-te de minhas palavras
versos e rimas
e de tudo que eu quis contar
Lembra-te de meu olhar
do meu sorriso
e de tudo que eu quis sonhar
Lembra-te de minhas mãos
de meus lábios
e do quanto fui capaz de amar.
Lembra-te de mim
quando for possível
ou quando fores capaz
Lá dentro de ti
há um lugar só meu
e de ninguém mais.
Lembra-te de mim
apenas se fores capaz!

Nenhum comentário: