Meus vídeo-poemas

Loading...

domingo, abril 30, 2006

À espera

À espera de um novo dia
Que nunca chega
Que sempre passa
E jamais me penetra...
À espera do novo
à espreita do velho
e a vida vai passando
Aqui
Ali
Vejo tudo passando
E só eu ficando...

segunda-feira, abril 24, 2006

Três pontos

Foi naquele dia
Entre emails e chamadas
Um clique e algo mais
Que tudo começou...
Por trás da tela
um ser desconhecido
um ser tão cativante
que logo mexeu comigo...
Um vício se estabeleceu
Vontade de se falar
Desejo de se encontrar
Encontros e desencontros
Três pontos
E fim!

sábado, abril 15, 2006

O mesmo amor

O amor que corre avidamente
pelas minhas veias
aquecendo minha alma
esquentando meu coração
é o mesmo que inunda ferozmente
meu oceano transbordado em lágrimas.
O amor que fortalece e extasia
que dá vida aos sonhos
que faz versos e rimas
é o mesmo que enfraquece a alma
que fere a poesia
O amor que nasce de repente
brota, cresce, me faz sentir gente
é o mesmo que me engasga
que me fere e machuca
me mata lentamente
O amor que enobrece
é o mesmo que humilha
O amor que ilumina
é o mesmo que tira a luz
O amor que pede paz
é o mesmo que induz a guerra
O amor que nasceu em mim
é o mesmo que deve morrer.