Meus vídeo-poemas

Loading...

terça-feira, agosto 01, 2006

Súplica


Por que não me deixa em paz?
Por que por onde eu vou
você vem sempre atrás?
Por todo caminho
você me persegue
Nos momentos de glória
Sua sombra me converge
Num rio de águas profundas
seu braço me imerge.
Por que não me deixa em paz?
Presente no sono, no sonho
No amor e na saudade
Olhares, sorrisos, lágrimas
Em tudo você me invade.
Saia da minha vida
Não lhe quero por perto
Você seca minhas raízes
Faz de mim um frio deserto
Olhar gélido que petrifica minha alma
Por que não me deixa em paz?
Por que não me deixa em paz?
Vá embora, tristeza!
Não volte nunca mais!

Nenhum comentário: