Meus vídeo-poemas

Loading...

quinta-feira, outubro 26, 2006

Sonho



José
Maré
De palavras aladas
Ondas poéticas
Num mar sem fim
Antonio
antagônico
anônimo
Tonho
(tris)tonho
risonho
um sonho
recheado
de poesia viva
sonho
de minhas noites
perdidas
Componho
meus versos
caminhando
em teus olhos
Disponho
meu coração
pra tua estrela
brilhar
em meu céu.
Tonho
sonho
da Lu(a) de cristal.