Meus vídeo-poemas

Loading...

segunda-feira, novembro 27, 2006

Anoitece


Pôr-de-sol, dia comum
Caminho na areia da praia
colhendo estrelas cadentes
em meio a um oásis de sereias.
Os céus tocam acordes de lua cheia
Trombetas anunciam a chegada da noite.
Piso em nuvens tempestuosas
dançando valsa com os ventos.
A lua reina majestosa
sobre a noite que não tem fim.
Anoitece em mim.

domingo, novembro 05, 2006

Revelação


Diante dos olhos
Súbito, claro
Uma noticia
Uma revelação.
Suave semelhança?
Mera coincidência?
Crenças dissipam-se
Máscaras caem
Quem é você?
Algo em mim partiu.
Inverno...

Envenenado


O veneno- homem
mata
Em suaves doses
aperitivo
um olhar
uma palavra
Soro antiofídico
Nada!
Uma idéia
Uma atitude
O veneno-homem
mata
Vacina

a cada amanhecer...

quarta-feira, novembro 01, 2006

Insônia


Espero o sono chegar
A noite adentra em mim
cintilando estrelas no céu
vôo, sinos, tempestades...
Espero o sonho chegar
em suaves nuances de
negro luar
Escuto a melodia
do silêncio
ecoando por entre
os caminhos do vento
Espero um poema chegar
Uma palavra, um verso...
Quem sabe caia de
alguma estrela cadente
ou surja na cores da brisa
bem devagar ...
Espero o sono
Espero o sonho
Versos alados
Poesia cadente
Espero a vida passar...