Meus vídeo-poemas

Loading...

sexta-feira, janeiro 12, 2007

Meio-dia


Meio-dia
Choro.
Sem motivo algum
Nem por isso ou aquilo
Choro porque choro
Algo me sufoca o peito
E dói-me a alma.
Meio -dia
Choro.
O pranto sobe-me garganta acima
Uma dor que não sei de onde vem
Uma gastura
Um destempero
Simplesmente choro.
Meio -dia
Choro
No céu o sol brilha voraz
Mas não ilumina meus pensamentos
No céu o sol impõe seu diadema dourado
Mas não reina em minha dor fulgaz
Dia claro, meio-dia,
Mundo iluminado
Sonhos esquecidos...
Meio-dia
Choro inteiro.

Nenhum comentário: