Meus vídeo-poemas

Loading...

terça-feira, setembro 29, 2009

XVII Congresso Brasileiro de Poesia


JORNADA DE ESTUDOS É A GRANDE NOVIDADE DO XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE POESIA

Como tradicionalmente acontece na primeira semana de outubro, mais uma vez a cidade de Bento Gonçalves abrirá suas portas para a caravana de poetas que participarão da décima-sétima edição do Congresso Brasileiro de Poesia, a ser realizada entre os dias 5 e 10.
Tendo como tema “De Baudelaire a Leminski”, em homenagem ao ano da França no Brasil, aproximadamente duzentos poetas dos mais diversos estados brasileiros e de alguns países da América do Sul já confirmaram presença e participarão de uma programação diversificada com muitos recitais, performances, rodas de poesia, espetáculo teatral, palestras nas escolas e debates sobre as diversas formas do fazer poético.
O Congresso traz como grande novidade, a partir desta edição, a realização da Jornada SESC de Estudos de Poesia, que trará a Bento Gonçalves grandes nomes da literatura gaúcha e brasileira. Entre os já confirmados estão Armindo Trevisan, Antonio Cícero, Fabrício Carpinejar, Maria Carpi, Airton Ortiz, Os PoETs, Grupo Poesia Simplesmente, Ronaldo Werneck, Sergio Napp, Uili Bergamini, Dilan Camargo, Caio Ritter, Ronald Augusto, Marlon de Almeida e Sidnei Schneider.
As programações dos dois eventos se encontrarão na abertura, segunda-feira, e na noite de sexta-feira, sendo que nos demais dias cada evento terá a sua programação própria. A da Jornada de Estudos, formada por painéis, debates e recitais, acontecerá somente à noite (segunda e sexta no Auditório Santo Antonio, de terça a quinta no Auditório da Escola Bento), enquanto que a do Congresso se desenvolverá em três turnos, na rede escolar do município, repartições públicas, ruas e no auditório do SESC.

Escolas continuam sendo prioridade do evento

Trinta e duas escolas do município participarão do evento deste ano, recebendo os poetas em suas dependências e doze delas deslocarão alunos para participar de atividades que acontecerão nas dependências do SESC. Os poetas também irão ao Presídio Municipal, APAE, Centro de Atenção Psico-Social e ao Hospital Tacchini.
Entre os principais projetos que tradicionalmente compõem a programação oficial do evento destacam-se: “Poesia na vidraça” (que começa a ser executado já na terça-feira, dia 29, e consiste na utilização das vitrines das lojas do centro da cidade para exposição de poemas de autores brasileiros), “Poesia numa hora dessas?” (quando poetas apresentam recitais em repartições públicas e privadas), “Uma idéia tece a outra” (realizado na Biblioteca Municipal e que consiste no ‘empréstimo’ de um poeta a uma turma de alunos), além das tradicionais rodas de poesia na Via del Vino.

Recitais deverão fazer a diferença

Os organizadores mais uma vez apostam na realização de recitais de diversas correntes poéticas para garantir o sucesso dos eventos. Neste ano, dividirão o palco do SESC e de algumas escolas performances poéticos dos estados do Amapá, Pará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul além de Peru, Chile e Uruguai.
Dentro da programação da Jornada SESC de Estudos de Poesia estão previstos recitais do grupo Os PoETs, Poesia Simplesmente, Telma Scherer e o show Ópera Pampa, com Rodolfo da Costa, Cassiano Farina e Diogo Farina.
Em homenagem ao ano da França no Brasil, o grupo carioca Poesia Simplesmente trará a Bento Gonçalves dois recitais: “Ulalá, c’est si bom, três bien... Tem tupinambá na festa de Rouen!” e “Brasil à francesa: eterna sedução”.
No palco do SESC, além do grupo Poesia Simplesmente, também apresentarão recitais e performances os seguintes poetas: Wilmar Silva e Francisco Napoli, Luiz Edmundo Alves, Renato Gusmão, Marko Andrade, Artur Gomes e May Pasquetti, Dalmo Saraiva, Jiddu Saldanha, Telma da Costa, Piri, Edmilson Santini, Casa do Poeta de Canoas, Tanussi Cardoso e Delayne Brasil, Casa do Poeta de Camaquã, Casa do Poeta Latino-Americano, Confraria Cappaz e Comunidade Poemas à Flor da Pele.
Junto com o XVII Congresso Brasileiro também serão realizados o XVII Encontro Latino-Americano de Casas de Poetas, a XIV Mostra Internacional de Poesia Visual e o XX Salão Internacional de Artes Plásticas do Proyecto Cultural Sur/Brasil.
A abertura oficial dos eventos acontece na tarde de segunda-feira, dia 5, às 17 horas, no Salão Nobre da Prefeitura Municipal. Às 19,30 horas, no Auditório Santo Antônio terão início os trabalhos da Jornada de Estudos, com palestra de Armindo Trevisan e recitais do Grupo Poesia Simplesmente e Os PoETs.
O evento é promovido pela Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves, através da Secretaria Municipal de Educação, SESC e é realizado pelo Proyecto Cultural Sur/Brasil. O apoio é da Câmara de Vereadores e Sindilojas.

domingo, setembro 13, 2009

Entre os dias


Luh Oliveira
12/09/2009 – 04:08h

Agora
apenas agora
preciso varrer
meus pensamentos
esquecer de tudo
todo o chão
que cerca meus passos
e aprisiona ímpetos
de estrelas-guias

Agora
apenas agora
preciso crer
em projetos
decifrar mapas astrais
transgredir rotas
cortar atalhos

e esperar que
o sono chegue
e leve consigo
todas as perguntas
que a noite insiste
em fazer

Faróis


Luh Oliveira
12/09/2009 – 03:30h

Escolhe o perfume
Rasga o jeans
Risca a calça
Infringe regras

Recita um poema
na chuva
Abre os botões
da camiseta branca
Deixa o temporal
escorrer-te nos seios

Sussurra palavras
sem sentido
Dança com o vento
Escreve seu enredo
Quebra os relógios
Arranca os saltos
Semeia sonhos

Teus olhos
são os faróis
que te guiam
sem piscar
para um lugar
que chamam
de vida

Alto-mar


Luh Oliveira
12/09/09 – 03:54h

nas entranhas da noite
inquietos olhares decifram
o enigma que santifica
todos os receios semeados
e saboreados pelo tempo

porteira entreaberta
perigo iminente

é preciso navegar
qualquer rota se alinha
quando não há destino certo
leme desgovernado
tempestade no convés
bússola desvairada

não há definições
não há nada
apenas o curso da maré
que leva-me para algum lugar
só não sei onde

Jardins do Éden


Luh Oliveira
10/09/09 – 16:50h

pássaro arredio,
sobrevoas marés
alcanças bandos
em todas as planícies
por onde pousas

vento solto
acaricia a face
dono do próprio vôo
segues sem destino
a trilha das estrelas

até aterrissares
em minha janela
e beber auroras
em meus dedos

gorjeio indeciso
rumo incerto
bates as asas afoito
pairando entre
meus jardins

e voltas
sempre voltas

sem correntes
sem amarras

adentras os vitrais sagrados
secreto templo oculto
onde plantas tulipas
e colhes poemas líricos

sinos anunciam
a tua chegada
procissão de anseios
rosário de desejos

e voltas
sempre voltas

pássaro afoito,
não há grades
em minha janela