Meus vídeo-poemas

Loading...

quarta-feira, outubro 14, 2009

Moeda


Luh Oliveira
14/10/2009- 16:35h

chama-me
e
expulsa-me
da tua vida
com a mesma
intensidade
com que me beijas

bebe do
meu corpo
cospe em
minha carne

lambe-me
o âmago
cospe-me
a alma

entrelaça-me
e
manda-me embora
com a mesma
voracidade
com que
me penetras

abre as portas
não me permites entrar
abre as janelas
há grades

dois homens
num só rosto
dois desejos
num só corpo

desatinado desejo
que entorpece-me
com o olhar
e
quando busco
por mim
já estou aprisionada
em tua
ambígua teia

Nenhum comentário: