Meus vídeo-poemas

Loading...

quarta-feira, agosto 08, 2012

Explícitos Desejos


Homem ma duro
morde-me
doce mente
deixa-me em apuro
com as pontas do dedo
faz-me carícia
torna-me afoita
no beijo teu
Percorre com
língua úmida
a paisagem
nua
na tela em que
pintas meu prazer

Homem ma duro
amadurece
pecados em mim
sabor de fruta
no pé
água na boca
ávida por ti
Destranca a porta
faz-me agir
descola pernas
devora
Sou eu, meu macho
quem implora
a noite acanhada
canta desejos
sinfônica mente no
duo mágico
de corpus nus

Lu Oliveira & Thiers Rimbaud
Jul/07

segunda-feira, agosto 06, 2012

Amargura

Insuficiência




meu peito dilacerado
joguei ontem à noite
na tua janela
noite sem lua
sem testemunhas estrelares
joguei-o sem pontaria
num arremesso incerto


que ele desfacele
no frio chão
da sua infinita inconstância


LuhOliveira
10/07/2012

domingo, agosto 05, 2012

Grito



meu momento
é silêncio
é escuta
abrir todos os sentidos
para meu mundo
tentar entender
escutar a própria voz
proferida em outras vozes
saber o outro
sentir o outro
conhecer...
meu momento
é silêncio
é escuta
ouvir tudo que o silêncio
sussurra em meu ouvido
escutar tudo que o silêncio
grita em meus sentidos
olhos - boca- ouvidos
mãos e nariz
todos a serviço do silêncio
que reina majestoso
dentro de mim

LuhOliveira