Meus vídeo-poemas

Loading...

quarta-feira, novembro 07, 2012

IMPLOSÃO


É dor.
um fisgar no peito
cada hora, cada minuto
doses homeopáticas
de suave anestésico
 
no peito explodem
dinamites de medo
toda uma construção
implode em segundos
 
uma dor que traz
à tona outra dor
escondida sob sete vidas
 
um flash back da memória
 
ergui uma imensa construção
em cima da dor calada
imperiosa arquitetura
sustentada em pilares no
silêncio do tempo
 
em segundos tudo emerge
duas dores se encontram
em uma só cicatriz
 
hoje dói mais
hoje dói demais
 
Luh Oliveira
07/11/2012 - 00:26h

Nenhum comentário: